AVISOS da SEMANA

AVISOS:

Todas as segundas-feiras – 19:00h – Intercessão.

18/08 - sex - 20h – RCA - Rede de Casais – Iluminando a casa

19 e 20/08 - sáb - 16h30 - Congresso Interno M12 (entrada franca)

20/08 - dom - 18h - Ministração Pr. Douglas Soares - M12 Ceará

24/08 - qui - 20h - Teatro - Conquistador que vê o que Deus vê.

15 e 16/09 – Congresso Estadual da Visão M12 (ingresso R$40,00)

22 a 24/09 – sex – 21h30 – Encontro com Deus (inscrições Dca. Eliane)


Postagens

Células nas casas - confira a mais próxima de você.

. 2ª feira......... 19h Culto de Intercessão
20h15.. Escolas Líderes e Teológica
. 5ª feira ........ 20h.... Culto

. 6ª feira ....... 20h ... Rd da Família (confira agenda)
. 6ª feira ....... 20h ... Rd adolescentes(confira agenda)
. Sábados...... 19h30.. Rd de Jovens (confira agenda)
. Domingos... 16h45... Pós Encontro e Esc. de Líderes
. Domingos... 10h e 18h..... Culto de Celebração

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Cantar no altar e ter células no campo

Mnistrada pelo Pr. Luis Santana (Ig Aguas Mooca) baseada na palavra do Pr. Gilmar Brito MIR

Muitos têm o conceito de que ser levita é ser infrutífero, descomprometido com o Reino de Deus. Porém, este conceito está mudando, pois Deus tem derramado sobre nossas vidas uma nova unção. Esta unção vem resgatar todos os conceitos que o diabo quis macular a respeito dos levitas de nossas comunidades.

Em I Cr 25 vemos a história de Hemã, escolhido pelo rei Davi para dirigir o canto na casa do Senhor. Hemã fazia parte da célula de Davi, juntamente com Asafe, e Jedutum. Cada um deles tinha 12 discípulos, e seus 144. Hemã tinha 14 filhos e 3 filhas, todos eles estavam envolvidos no ministério, juntamente com seu pai no canto da casa do Senhor. Todos eram instruídos no canto, todos mestres, duzentos e oitenta e oito. Exatamente dois grupos de 144.

Os levitas que trabalhavam na casa do Senhor, todos eram mestres. O que isso quer dizer? Eram altamente qualificados para o serviço que lhes fora conferido. Eram pessoas dedicadas integralmente ao serviço do templo. Cantar era a sua função de todos os dias. Cada um tinha seu turno, dentro dos vinte e quatro turnos para ministrar na presença de Deus com louvores. Porém, não eram levitas descomprometidos, eles tinham seus doze discípulos, os quais trabalhavam com eles na obra do ministério levítico, legitimados por Deus para exercer essa função.

Todos fomos chamados por Deus para exercer um ministério na casa do Senhor, o serviço. Como levita que ministra no altar do Senhor, nós precisamos:
1) ter uma vida de santidade;
2) estar legitimado;
3) ser frutífero.

Primeiro, a santidade é importantíssima para quem ministra no altar de Deus. Levítico 10:1,2 nos conta a história de dois levitas que desobedeceram as leis do Senhor, seus nomes eram: Nadabe e Abiu, eles se apresentaram perante Deus de qualquer jeito, levando fogo estranho perante Ele, o que Deus não lhes ordenara. Eles desafiaram a Deus, tentando levar perante Ele qualquer coisa, por causa disso o fogo de Deus os consumiu, e morreram.

Quantas vezes queremos chegar e ministrar no altar de Deus com a vida totalmente tomada por pecados, descompromisso, desunião, egoísmo, soberba, maledicência, e ministramos cânticos a Ele com o coração cheio de mágoa. As pessoas podem não saber, mas Deus conhece o coração, só Ele sabe o que acontece com você. Podemos esconder de todo mundo, mas a Deus nada fica em oculto (Pv. 15:3).

Precisamos viver uma vida íntegra, com a alma curada, o coração puro e irrepreensível diante d'Ele. Ser santo, não quer dizer que não temos falhas, defeitos, mas que somos pessoas quebrantadas, dispostas a ouvir a voz de Deus, humildes e servos. Efésios 5:1-17 nos mostra como devemos andar na presença de Deus.

Segundo, estar legitimado é estar apto a realizar a função a qual Deus te chamou. Se Deus te chamou, ele vai te capacitar. Ele primeiro chama, depois capacita. Em I Sm 16:10-13 Davi foi chamado por Deus para ser Rei, porém teve o tempo do treinamento, onde foi capacitado para exercer o reinado de Seu povo.

Assim Também somos nós, quando Deus nos chama para trabalhar em Sua casa, Ele vai nos treinar e capacitar para galgar degraus mais altos, porém tudo tem o seu tempo. Os filhos de Asafe, Hemã e Jedutum, exerciam funções dentro da casa do Senhor por que seus pais foram legitimados, e ensinaram aos filhos o seu ofício, e eles ministravam juntamente com eles.

Terceiro, não podemos exercer funções tão nobres na casa de Deus, sem sermos frutíferos. O fruto é sinal de prosperidade, e a multiplicação deste traz a excelência. A parábola dos talentos nos mostra claramente sobre multiplicação. Cada servo ganhou uma quantia segundo a sua capacidade. O que ganhou cinco, saiu logo para ganhar mais cinco, o que ganhou dois de igual modo, porém o que ganhou um enterrou. Ele recebeu somente um talento e desanimou, desistiu depressa. Este servo poderia ter multiplicado o seu talento, porém, como só tinha um não se esforçou para ganhar outro e multiplicar.

Muitas vezes somos assim, não investimos no talento, ou na vida que Deus nos deu, desistimos, nos acomodamos e enterramos, dizemos: "Ah! Só isso!! é pouco demais!!! Se eu tivesse mais...". Se você não sabe administrar o pouco que Deus te da como é que vai saber administrar o muito? No verso 15 lemos: "... deu a cada um conforme a sua própria capacidade.."

As vezes, nós queremos ter nas mãos o que não nos pertence. Precisamos aprender que cada um recebe a sua medida para multiplicar. Multiplique a sua, seja pouca ou muita, faça a sua parte que Deus vai fazer a Sua.

Precisamos apresentar frutos de excelência para Deus. Se nós entendemos para quê fomos chamados, daremos fruto daquilo que está no nosso coração. Os frutos nos respaldam, mostram quem nós somos.

O músico não é um infrutífero. O músico ganha e gera um músico, um cantor, ganha e gera outro e assim por diante. Músico gosta de andar e conversar coisas próprias de Músico.

Você foi chamado para ser um músico de excelência, Santo, legitimado, e frutífero.

Ganhar vidas é o privilégio de ensinar aos outros a vida que Deus depositou em nós, e seus ensinamentos.

Precisamos ser um referencial para o mundo, e não ter o mundo como referencial. Os músicos do mundo devem nos imitar e não nós imitá-los. Precisamos buscar o conhecimento, para melhor exercer a nossa função dentro da casa de Deus. Não sermos músicos medíocres, mas conhecedores, não só da palavra, mas também da música. Precisamos estudar e aprimorar o dom que Ele nos deu.

Seja esse referencial em sua igreja, sua família e comunidade. Siga o exemplo de Cristo. Se humilhe na presença d'Ele e a seu tempo Ele te exaltará. Siga o seu chamado de ir pregar o evangelho a toda criatura através do talento que Ele te deu: A Música.

Um comentário:

Kleber disse...

Pr, fui abençoado por esta palavra.

Realmente vejo em sua vida as caracteristicas de um verdadeiro levita, santo, legitimado, capacitado e comprometido com Deus e sua obra.

Obrigado por você ser líder do ministério de louvor, o qual tenho a honra de fazer parte.

Deus te abençoe

Pr. Kleber Jacinto.