AVISOS da SEMANA


Todas as segundas-feiras – 19:00h – Intercessão.

20/10 – sex – 20h – RCA – Rede de Casais

21/10 – sáb – 18h – Aniversário Igreja Águas Sede

22/10 – dom – 10h e 18h – Celebração de SUCOT e teatro

28/10 – sáb – 19h30 – RJA Rede de Jovens – Sorvete

29/10 – dom – 18h – Batismo nas águas.

04/11 – sáb – 19h30 – RJA Rede JUMP Vigília no monte.

17/11 – sex – 20h – RCA - Rede Casais

18/11 – sáb – 10h – Capacitação diaconal

18/11 – sáb – 18h – RAD Intensivão

25/11 – sáb – 19h30 – RJA Jump – Noite black

26/11 – dom – 10h e 18h – RIA apresentação

29/11 – qua – 20h – Noite do Empreendedor

30/11 – qui – 20h – Apresentação Teatro

Postagens

Células nas casas - confira a mais próxima de você.

. 2ª feira......... 19h Culto de Intercessão
20h15.. Escolas Líderes e Teológica
. 5ª feira ........ 20h.... Culto

. 6ª feira ....... 20h ... Rd da Família (confira agenda)
. 6ª feira ....... 20h ... Rd adolescentes(confira agenda)
. Sábados...... 19h30.. Rd de Jovens (confira agenda)
. Domingos... 16h45... Pós Encontro e Esc. de Líderes
. Domingos... 10h e 18h..... Culto de Celebração

segunda-feira, 13 de abril de 2009

LIÇÃO 012.09 – A PÁSCOA NA BÍBLIA

lição 012.09 – A PÁSCOA NA BÍBLIA
Semana de 13.04 a 18.04.2009

A PRIMEIRA PÁSCOA (Êxodo 12:1 a 14)
A Páscoa é algo tão especial e forte, introduzido pelo nosso Deus, que passou a marcar o calendário judaico como sendo o primeiro mês desse calendário.
Nissan (no hebraico "primeiros frutos") é o nome dado ao primeiro mês do calendário judaico religioso (sétimo mês do calendário civil), que se inicia com a primeira Lua nova da época da cevada madura em Israel. O nome Nissan tem origem babilônica: na Torá o nome do mês é Abib.
Nissan é um mês de 30 dias que marca o início da primavera no hemisfério norte. Neste mês os judeus comemoram Pessach (14 de Nissan).
Todo o ritual estabelecido por Deus para a comemoração da Páscoa apontou para o Senhor Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus que tirou o pecado do mundo.
A Primeira Páscoa marca um novo tempo hoje em nossas vidas, pois ela acontece quando recebemos a Jesus como Senhor e Salvador de nossas vidas, apontando para o fato de sairmos da escravidão do Egito (pecado) e para a libertação da Terra Prometida (a nossa Salvação).
A SEGUNDA PÁSCOA (Números 9:1 a 5).
Fico imaginando que depois de sairem do Egito e começarem a andar pelo deserto, nem houve tempo para perceberem que tinham um mandamento perpétuo a ser cumprido, e a Bíblia registra assim essa segunda Páscoa, como sendo celebrada no segundo ano depois de que saíram da terra do Egito.
Precisamos estar sempre ligados às ordenanças de Deus, para nunca deixarmos de cumprí-las. Cumprir o que Deus manda sempre é motivo de bênção para as nossas vidas.
A PÁSCOA DEPOIS DO CATIVEIRO (Esdras 6:19 a 21).
Depois de liberto, o povo de Deus, por causa do pecado, voltou à escravidão, agora na Babilônia.
Quando voltaram da Babilônia novamente na liberdade que Deus dá, eles foram orientados a celebrar a Páscoa de novo, para reafirmar que era livres em Deus e usufruir dessa liberdade protetora e comprometedora.
A PÁSCOA CUMPRIDA (Mateus 26:2).
“Ora, no primeiro dia dos pães ázimos, vieram os discípulos a Jesus, e perguntaram: Onde queres que façamos os preparativos para comeres a páscoa? Respondeu ele: Ide à cidade a um certo homem, e dizei-lhe: O Mestre diz: O meu tempo está próximo; em tua casa celebrarei a páscoa com os meus discípulos. E os discípulos fizeram como Jesus lhes ordenara, e prepararam a páscoa” (Mateus 26:17 a 19).
Jesus veio ao mundo para cumprir em seu próprio corpo, em nosso favor, todo o ritual da Páscoa.
Ele nos deu um exemplo e assim devemos fazer nós também, comemorarmos a Páscoa com os nossos discípulos. É o que estamos fazendo hoje aqui.
A PÁSCOA DO AMOR INCONDICIONAL (João 13:1).
Toda a celebração da Páscoa fica sem o verdadeiro valor se não for praticada da maneira que Jesus fez: “Antes da festa da páscoa, ... havendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim”. Páscoa implica em amar aqueles que são de Jesus que estão no mundo, amando-os até que o fim para o qual eles foram chamados, se cumpra na vida deles: Jesus, o Cordeiro Pascal ser o Salador único e verdadeiro.
A PÁSCOA DA PROTEÇÃO (Hebreus 11:28).
A Páscoa sempre fala da proteção.
Para o povo de Deus que estava no Egito, sendo opromido e morto pelo Faraó, a proteção da ação do Anjo da Morte enviado por Deus era vista no reino do espírito pelo sangue do cordeiro aspergindo nos dois umbrais e na verga da porta.
Hoje devemos continuar a celebrar a Páscoa para que a proteção do nosso Deus esteja sobre nossas casas e sobre nossos primogênitos. O sangue de Jesus, o Cordeiro de Deus, derramado na cruz do Calvário deve ser clamado por nós, como único e suficiente para garantir a nossa proteção.
O destruidor não terá poder sobre os nossos primogênitos.
Deus te abençoe,
Ap. Bertoni – Presidente Ig. Ap. Prof. Águas

Nenhum comentário: