AVISOS da SEMANA

Todas as segundas-feiras – 19:00h – Intercessão.

21 e 28/10 - dom 10h e 18h - RIA - Todos os cultos de domingo especiais para crianças.

22/10 - seg - 20h - NOITE do EMPREENDEDOR.

26/10 - sáb - 19h30 - RAD - CHURRAD (Rua Padre Raposo, 817)

26/10 - sex - 20h - RCA - Rede de Casais

27/10 -sáb - 10:00 as 13:00 - RIA - DIA DA CRIANÇA na Igreja

28/10 - dom - 18h - Batismo nas águas (aulas 25-20h e 27-18h - inscrições com Pra. Rosana)

02/11 - sáb - 9:00 - Rede Melhor Idade (inscr. Alciere & Adriana)

04/11 - dom - 18h - Formatura Escola de Lideres

Postagens

Células nas casas - confira a mais próxima de você.

. 2ª feira......... 19h Culto de Intercessão
20h15.. Escolas Líderes e Teológica
. 5ª feira ........ 20h.... Culto

. 6ª feira ....... 20h ... Rd da Família (confira agenda)
. 6ª feira ....... 20h ... Rd adolescentes(confira agenda)
. Sábados...... 19h30.. Rd de Jovens (confira agenda)
. Domingos... 16h45... Pós Encontro e Esc. de Líderes
. Domingos... 10h e 18h..... Culto de Celebração

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Jesus, o modelo de Diácono

JESUS CHAMOU SEUS DISCÍPULOS E DISSE: “Vocês sabem que os governantes das nações as dominam, e as pessoas importantes exercem poder sobre elas. Não será assim entre vocês. Ao contrário, quem quiser tornar-se importante entre vós, deverá ser servo”. Mateus 20:24b à 26
Jesus nos diz nesse texto que seus discípulos, ao invés de se tornarem senhores, deveriam ser "servos" uns dos outros, e que o maior é aquele que é servo de todos.
Através dessas palavras Jesus indica um sistema de governo completamente diferente daquele empregado no mundo, deve prevalecer entre os cristãos.
A autoridade entre cristãos não vem da mesma fonte de autoridade do mundo, nem é para ser exercida da mesma maneira que aquela. A visão da autoridade do mundo coloca homens sobre outros homens, como uma estrutura de comando militar, uma estrutura hierárquica executiva empresarial, ou um sistema governamental. Porém, Jesus afirma que não deve ser assim entre nós. Os cristãos são irmãos e irmãs, filhos do mesmo pai e membros uns dos outros.
Há coisas que transcendem a nossa compreensão, dentre elas, está em ver Jesus, o Filho de Deus, vivendo entre nós na condição de servidor (diácono). Em Filipenses 2:8 diz que "ele abriu mão de suas prerrogativas, a si mesmo se esvaziou assumindo a forma de servo, foi obediente até a morte e morte de cruz".

Características de Jesus Cristo: um nascimento humilde, um Deus criança, uma vida sem nenhuma ostentação, um oposto a filosofia do egoísmo, não tinha onde reclinar sua cabeça, uma morte sem uma sepultura comprada e uma ressurreição sem nenhum precedente. Assim viveu aquele que dividiu a história humana em antes e depois.

Características do Cristianismo: inversão de valores materiais em relação aos espirituais:
·      Quem se humilhar será exaltado (Lucas 5:11b)
·      Se alguém lhe bater num lado dê também o outro (Lucas 6:29a)
·      Se alguém obrigar a caminhar uma milha, vá com ele duas (Mateus 5:41)
·      Quem perde ganha (Marcos 8:35b)
·      Quem quiser ser o maior, é preciso se tornar como uma criança (Mateus 18:4)
Estes e outros paradoxos para completar o “kit do cristianismo”, que tem como Rei um servidor que chegou a Jerusalém, não com um forte aparato de segurança nem carros blindados, e sim, “montado num jumentinho”
Ninguém nega o fato de que Jesus é o "exemplo dos diáconos", isso não foi expresso por palavras nem sequer como imposição de uma filosofia, e sim, por atos e experiências vividas no dia a dia com o povo e seus discípulos, como expressa os textos de Mateus 20:20 a 28, Marcos 10:43 a 45, Lucas 22:27. João 13:4 e Filipenses 2: 1 a 9.
Uma das mais expressivas manifestações de seu amor para com o próximo se deu em sair ao socorro das ovelhas perdidas da casa de Israel, “ele as via como ovelhas que não tem pastor”, por isso expressa seus sentimentos em uma forte “empatia” a ponto de oferecer sua própria vida por elas.
Diríamos que ele foi uma vida que salvava vida em todos os sentidos, não viveu pensando em si mesmo, mas em você e eu. Jesus serve de diferentes modos:
Ø  Com sua presença ele alivia a dor e traz esperança
Ø  Com sua humildade
Ø  Exemplo de simplicidade
Ø  Com o seu amor demonstrado na cruz em nosso lugar
Ø  Com seu perdão que liberta das garras do pecado que nos escraviza
Serve enfim, com suas palavras que penetram em nosso ser por meio de nossos ouvidos e que transmitem mensagens para o cérebro e nos torna conscientes de nossas obrigações e amor ao próximo, ( ...“ assim como eu fiz, façais vós também”, João 13:4).
Hoje não temos tantas pessoas que sirvam de modelo, que sejam referência para nós, somente uma pessoa como Jesus pode ser modelo para o mundo, modelo para a sociedade, para os políticos, pastores e diáconos, ele é exemplo para nós porque sua vida foi de total serviço a Deus e aos homens.
Felizmente temos em quem confiar e seguir. Ele não pede que façamos algo que antes ele não houvera feito; que pratiquemos um ato sem que ele o tenha vivido, por isso o temos como modelo dos diáconos. Se há alguém que podemos imitar, esse é Jesus, modelo de amor, perdão, solidariedade de serviço, esse é o desafio que você diácono ou postulante ao ministério diaconal precisa ter. Jesus é o nosso referencial de DIÁCONO.
Jesus viveu o princípio de servo, a nossa motivação de servir é exatamente agradar ao Senhor Jesus, essa motivação é expressa em apenas uma palavra — OBEDIÊNCIA, essa obediência se torna a única forma de alcançar o sucesso e ser um servo útil.
Servir elimina a competitividade e os desejos de exaltação, quem é servo vive na dependência, sua vida é dominada por seu mestre JESUS. Penso que se observarmos as palavras de Jesus quando disse: “cada um considere o outro superior a si mesmo”, teríamos um melhor relacionamento uns com os outros e o nosso “ego” não apareceria.
Os diáconos devem viver esse princípio, sua vontade é sujeita à vontade de Cristo, eles priorizam o bem-estar dos outros ao mesmo tempo em que se importam com as necessidades dos outros, especificamente dos irmãos da igreja onde são membros, os diáconos devem ser dominados pelo amor e pela dedicação àquele que o salvou: JESUS, mestre e Senhor de suas vidas.

Extraído e adaptado do livro: Diácono – Guia completo para o diácono cristão - Pr. Eli Bento Corrêa - Lura Editorial

Capítulo: Jesus, o modelo de diácono e preparado por Pr. Luis Santana.

Nenhum comentário: