AVISOS da SEMANA

AVISOS:

Todas as segundas-feiras – 19:00h – Intercessão.

18/08 - sex - 20h – RCA - Rede de Casais – Iluminando a casa

19 e 20/08 - sáb - 16h30 - Congresso Interno M12 (entrada franca)

20/08 - dom - 18h - Ministração Pr. Douglas Soares - M12 Ceará

24/08 - qui - 20h - Teatro - Conquistador que vê o que Deus vê.

15 e 16/09 – Congresso Estadual da Visão M12 (ingresso R$40,00)

22 a 24/09 – sex – 21h30 – Encontro com Deus (inscrições Dca. Eliane)


Postagens

Células nas casas - confira a mais próxima de você.

. 2ª feira......... 19h Culto de Intercessão
20h15.. Escolas Líderes e Teológica
. 5ª feira ........ 20h.... Culto

. 6ª feira ....... 20h ... Rd da Família (confira agenda)
. 6ª feira ....... 20h ... Rd adolescentes(confira agenda)
. Sábados...... 19h30.. Rd de Jovens (confira agenda)
. Domingos... 16h45... Pós Encontro e Esc. de Líderes
. Domingos... 10h e 18h..... Culto de Celebração

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Derrubando altares antigos para restaurar o altar do Senhor

2Cronicas 34: 1-4 “Josias tinha oito anos de idade quando começou a reinar e reinou trinta e um anos em Jerusalém. Ele fez o que o Senhor aprova e andou nos caminhos de Davi, seu predecessor, sem desviar-se nem para a direita nem para a esquerda. No oitavo ano do seu reinado sendo ainda bem jovem ele começou a buscar o Deus de Davi, seu predecessor. No décimo segundo ano, começou a purificar Judá e Jerusalém dos altares idólatras, dos postes sagrados, das imagens esculpidas e dos ídolos de metal. Sob as suas ordens foram derrubados os altares dos baalins; além disso ele despedaçou os altares de incenso que ficavam acima deles. Também despedaçou e reduziu a pó os postes sagrados, as imagens esculpidas e os ídolos de metal, e os espalhou sobre os túmulosdaqueles que lhes haviam oferecidos sacrifícios.

Como vimos no texto, Josias começou a reinar quando tinha 8 anos de idade e com 16 anos ele começou buscar a Deus e a estudar a palavra e a Bíblia diz que Josias foi um rei que andou nos caminhos do Senhor.

Quando tinha 20 anos de idade, ele iniciou uma verdadeira revolução no seu território e determinou que todos os altares idólatras, todos os altares a deuses estranhos, fossem destruídos.

Josias foi o décimo sétimo rei de Judá (Reino do Sul) e seu nome, no hebraico, significa “o Senhor é a salvação (o consolo)”

E tanto seu pai Amom, e principalmente seu avô Manassés, se esqueceram de Deus, quebraram sua aliança e estabeleceram altares idólatras por toda Judá e Israel. 

Altares idólatras paralisam a conquista e a prosperidade

Judá era um reino próspero, pois o bisavô de Josias, o rei Ezequias andou nos caminhos do Senhor e trabalhou muito para que o povo também andasse nesse caminho.

Ele purificou o templo (2Cr 29), celebrou a Pascoa (2Cr 30), reorganizou o serviço e a adoração no templo (2Cr 31:2 e ss)  e como resultado disso:

2Cr 31:20-21 Foi isso que Ezequias fez em todo o reino de Judá. Ele fez o que era bom e certo, e em tudo foi fiel diante do Senhor, o seu Deus. Em tudo o que ele empreendeu no serviço do templo de Deus e na obediência à lei e aos mandamentos ele buscou o seu Deus trabalhou de todo o coração e por isso prosperou.”

Mas com a morte de Ezequias, seu filho Manassés assumiu o trono e não deu continuidade à tudo que seu pai havia feito e passou a servir e a adorar a outros deuses, reerguendo os altares que seu pai havia destruído. Resultado disso encontramos 2Cr33:10-11 a invasão do Exército Assirio à Judá e a captura de Manassés.

“O Senhor falou a Manassés e a seu povo, mas não lhe deram atenção. Por isso o Senhor enviou contra eles os comandantes do exercito do rei da Assiria, os quais prenderam Manassés, colocaram-lhe um gancho no nariz e algemas de bronze e o levaram para a Babilônia.” 

Portanto quando Josias assumiu o trono, Judá estava debaixo da opressão do rei Assirio, financeiramente quebrado, pois toda a riqueza que o reino produzia era usurpado pelos opressores, e espiritualmente morto, pois adoravam a outros deuses.

Para restaurar o altar à Deus é necessário retirar outros já estabelecidos

Josias depois de aprender os mandamentos do Senhor teve coragem e determinação para derrubar os altares de outros deuses a fim de restaurar o altar ao verdadeiro e único Deus.

Na nossa vida muitos altares também foram estabelecidos pelos nossos pais, avós, bisavós, muitos desses altares nos paralisam. Nós mesmo tambémainda que convertidos e servindo a Jesus, erguemos altares do medo, da falta fé, dos traumas do passado que impedem as nossas conquistas e prosperidade.

Mas quando nos aproximamos de Deus, nos encontramos com Ele, começamos a aprender a sua palavra e a conhecer Jesuspassamos a identificar esses altares e enfrentamos batalhas gigantescas, guerras imensas para derruba-los. E a maior guerra que enfrentamos quando o assunto é derrubar altar é a guerra em nós mesmos.

Os primeiros altares idólatras que identificamos, são aqueles que nós não estabelecemos, ou seja, aqueles altares que foram estabelecidos por outras pessoas, mas que por falta de conhecimento da palavra de Deus acabamos muitas e muitas vezes visitando-os e até mesmo oferecendo sacrifícios neles.

(Quando eu me converti enfrentei uma guerra muito grande, primeiro dentro de mim, pois eu achava que derrubando esses altares na minha vida eu estaria rejeitando as pessoas que me ensinaram. E a segunda guerra foi na família, primeiro a zombaria, e depois quando viram que era sério eles falavam, “mas você está rejeitando sua avó, a sua mãe e tudo aquilo que elas lhe ensinaram”.)

Depois a medida que vamos buscando a Deus e nos abrindo para que o Espirito Santo sonde a nossa vida, identificamos os altares que nós mesmo levantamos na nossa alma. Altares de traumas do passado, altares de medo, altares de pecados. E aí a briga fica séria, pois vamos ter que encarar nosso maior inimigo, nós mesmos, e derrubar esses altares que tanto nos paralisam, paralisam nossa conquista, e nossa prosperidade.

Qual altar você tem usado para entregar o seu sacrifício?

Altar dos traumas do passado – Altar do medo – Altar de pecados.

O que você tem sacrificado nesses altares?

Sua conquista – Sua prosperidade – Sua família.

Rm 12:1 “Portanto irmãos, rogo pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo santo e agradável a Deus; este é o culto racional.”

Precisamos derrubar os altares que nos paralisam, isso requer determinação e coragem.

Restaurando o Altar de Deus em nossas vidas.

Pronto depois de identificados os altares idólatras e depois de derruba-los, agora precisamos restaurar o altar do verdadeiro e único Deus. 

Esse altar tem como base o amor (Jo 3:16), pois foi por amor a mim e a você, que o Pai enviou seu filho único (Jesus, o Messias), afim de restaurarmos o altar que irá legitimar uma colheita fiel, e nós vamos colher Salvação, Libertação, Cura, a Paz que excede todo o entendimento, Proteção, Prosperidade, vidas, etc.

É nesse altar restaurado que vamos nos oferecer como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus. Sem idolatria, sem traumas do passado, sem medo e sem pecados.

Pr Kleber R. Jacinto - Igreja Águas Mooca

Nenhum comentário: