AVISOS da SEMANA


Todas as segundas-feiras – 19:00h – Intercessão.

17/12 – dom – 10h e 18h – Teatro: Jesus na nossa família

24/12 – dom – 10h Café da manhã de Natal

24/12 – dom – 18h – não haverá culto.

31/12 – dom – 10h Culto da manhã

31/12 – dom – 18h – não haverá culto.

Postagens

Células nas casas - confira a mais próxima de você.

. 2ª feira......... 19h Culto de Intercessão
20h15.. Escolas Líderes e Teológica
. 5ª feira ........ 20h.... Culto

. 6ª feira ....... 20h ... Rd da Família (confira agenda)
. 6ª feira ....... 20h ... Rd adolescentes(confira agenda)
. Sábados...... 19h30.. Rd de Jovens (confira agenda)
. Domingos... 16h45... Pós Encontro e Esc. de Líderes
. Domingos... 10h e 18h..... Culto de Celebração

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

JEJUM 6. Minha casa Tabernáculo de adoração - MINHA CASA TABERNÁCULO DE DEUS

1Crônicas 13:12-14“Naquele dia Davi teve medo de Deus e se perguntou: “Como vou conseguir levar a arca de Deus?” Por isso desistiu de trazer a arca para a Cidade de Davi. Em vez disso levou-a para a casa de obede Edom, de Gate. A arca de Deus ficou na casa dele por três meses, e o Senhor abençoou sua família e tudo o que possuía.”

            Essa é uma das histórias do Rei Davi que até os dias de hoje é muito conhecida e nos ensina e inspira nossa vida.
            O rei Davi havia assumido o trono de Israel depois da morte do rei Saul e por ser um adorador apaixonado por Deus, após conquistar a cidade de Jerusalém, ele queria trazer a Arca de Deus para perto de si, para o lugar onde iria estabelecer seu palácio, porque claro ele sentia-se seguro na presença do Todo Poderoso e sabia da importância disso em todos os aspectos.
            A Arca de Deus construída por Moisés no deserto simbolizava a Presença de Deus, a SHEKINAH de Deus. E por conta disso o rei queria traze-la para perto de si o mais rápido possível. Mas por causa da pressa, não observou os mandamentos a respeito do transporte da Arca, e acabou errando na execução de seu plano, gerando uma tragédia, a morte de Uzá. (leia em I Crônicas 13).
            Com medo de prosseguir Davi deixou a arca de Deus na Casa de Obede Edom. Seu nome significa servo ou escravo e seu sobrenome se refere a família a que ele pertencia, Edomita, descente de Esaú e sua família era da região de Gate, região em que habitavam os Filisteus, os maiores inimigos de Israel naquele tempo.
            Fico imaginando o rei Davi batendo na porta da casa de Obede Edom, que possivelmente era uma pessoa muito simples e sem posses, abrindo a porta de sua casa e dando de cara com o rei de Israel dizendo que precisava deixar a Arca de Deus em sua casa até que pudesse voltar e busca-la.
            A partir daquele momento a casa de um escravo se transformava-se no tabernáculo de Deus na Terra (tabernáculo significa moradia, habitação).
            Imagino ainda como deve ter sido esses 90 dias em que a Arca ficou guardada naquela casa.  Obede Edom, seus filhos e sua esposa adorando a Deus em sua casa diariamente, 24 horas por dia, 7 dias na semana. Penso que eles tinham que executar suas tarefas diárias, o pai trabalhando na lavoura, os filhos o ajudando, sua esposa cuidando das tarefas domésticas, mas a Presença (Shekinah) de Deus estava ali agora, e creio que ao acordar eles adoravam a Deus diante da Arca, e a noite quando chegavam adoravam a Deus juntos em família, e a esposa dentro de casa cantando louvores à Deus. E tudo isso atraia o Kavod (Glória) de Deus para aquela casa Que delícia que deve ter sido essa casa. E diz o versículo 14 que o Senhor abençoou sua casa e tudo o que ele possuía, outras traduções diz que Deus o prosperou sobremaneira.
            Nós temos o mesmo privilégio de Obede Edom. Antes éramos escravos do pecado, escravos do mundo, mas um dia o Rei dos reis bateu em nossa porta (Ap. 3:20), e depois de abrirmos a porta de nosso coração e ao permitimos entregamos nossa vida para Jesus, o Filho de Deus, o próprio Deus, Ele entra em nossa vida e ali passa a “tabernacular”, ou seja, fazer morada, habitar em nós através do Espirito Santo. De escravos, passamos a ser condutores da Arca de Deus, condutores da Shekinah (Presença) de Deus, e por onde vamos levamos a presença de Jesus, e seu Kavod (Glória) se manifesta.
            A partir daí nossa casa torna-se um tabernáculo de Deus, um local de adoração ao Deus Vivo, um local de adoração ao Único que é Digno de receber a Glória, a Honra, o Louvor e a Adoração.
Salmo 22:3 (Versão ARC) “Porém Tu és Santo, o que habita entre os louvores de Israel.”
            E assim como foi com Obede Edom e sua família, Deus “tabernaculando” em nós, na nossa casa, na nossa família, trará as bênçãos, do Senhor, trará Sua prosperidade. E tudo aquilo que não acontecia vai acontecer, e se relacionamentos estavam destruídos, serão restaurados, se vidas estavam perdidas serão achadas por Deus, ou seja, em todas as áreas de sua vida e da vida de sua família Deus virá com providência e provisão, porque ali estabeleceu-se um altar de adoração.
João 4: 23-24 “No entanto, está chegando a hora, e de fato já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em Espírito e em verdade. São estes os adoradores que o Pai procura. Deus é Espírito, e é necessário que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade.”
            Adorar a Deus em espírito e em verdade vai muito além de um lugar ou uma forma de se adorar. Adorar a Deus em espírito e em verdade fala de adorarmos a Deus o tempo todo, não importando o lugar, nem a maneira. Adorar a Deus em espirito e em verdade fala de termos a adoração como estilo de vida, e esse estilo de vida atrairá o Kavod para nossa casa.

Deus lhe abençoe.


Pr. Kleber R. Jacinto – Igreja Águas Mooca

Nenhum comentário: